Sossusvlei – Namíbia (Parte 2)

Bah….

Quanto tempo faz, hein? A vida corrida fez as prioridades mudarem… Mas sempre que entro no blog para aprovar um comentário ou até ver a movimentação, vejo que não terminei este post sobre a Namíbia, e por mais que eu não vá conseguir explicar tudo no detalhe necessário, eu acho que as fotos são sempre um motivador para quem aparece por aqui, né? Afinal, é por meio de fotos que decidimos muitos dos nosso pontos de visita pelo mundo… E convenhamos… Sossusvlei é espetacular.

Não é?
Não é?

Uma das coisas, que apesar de cara, já tínhamos definido como certa para fazer na Namíbia era um passeio de balão pelo deserto. A vista é simplesmente espetacular, principalmente por ele começar no amanhecer e você ter o prazer de ver o sol nascer do céu, enquanto vê a paisagem espetacular do deserto, com outros balões também voando.

Escolhemos fazer a viagem de balão pelo Namib Sky Balloon Safaris (http://www.namibsky.com). Os pilotos dos balões eram europeus e tinham esta empresa na Namíbia. É interessante que eles comentaram sobre os balões na Turquia e o quanto é perigoso, apesar de lindo, fazer passeios por lá pela quantidade absurda de balões que tem… A chance de choque entre eles é muito grande. No nosso caso voamos apenas entre 2 balões.

Só ver os balões serem enchidos já é uma experiência linda:

Que tal?
Que tal?

O passeio tem uma estrutura bem simples, você sobe em um lugar, e obviamente, desce onde o vento lhe levar… Tenho certeza que qualquer lugar que o vento levar, você tera vistas tão lindas quanto as das da fotos abaixo:

Belo amanhecer
Belo amanhecer

 

Visão geral :D
Visão geral 😀

É interessante ver o deserto da Namíbia de cima, o vermelho das dunas é mais intenso e a sensação de imensidão é grande.

Já no chão...
Já no chão…

Após um pouso digno de um mestre, tivemos um café da manhã montado no meio do deserto com direito a champagne e tudo.

Sem nenhum incomodo.
Sem nenhum incomodo.

Após o café, voltamos em direção ao nosso Hotel, Sossusvlei Lodge. No caminho tivemos a sorte, ou dependendo do ponto de vista o azar, de ver uma Cape Cobra (ou Naja, como chamam no Brasil). Na real é assustador ver uma cobra destas… A habilidade dela de ficar “em pé” é arrepiante.

Após uma noite de descanso, no dia seguinte nos preparamos para voltar. Obviamente, nos preparamos para conhecer algo no caminho, visto que a distância até Windhoek era grande. Um dos principais pontos turísticos deste caminho entre a capital e o deserto é um local chamado Solitaire. O local é exatamente o que parece, uma cidade perdida no meio do nada, que ficou conhecida por ter uma padaria com uma torta de maça excelente. Na realidade esta padaria/confeitaria que transformou solitaire em algum lugar…

Após experimentarmos a famosa torta de maça, que realmente é muito boa, seguimos o caminho até Windhoek. Na estrada muitas paisagens lindas e excelentes memórias que criamos em ótima companhia. Obrigado Benjamin e Thalita pela parceria, mesmo a viagem já tendo acontecido há um ano atrás, as memórias parecem estar bem vivas.

Atravessando a Namíbia. Até a próxima.
Atravessando a Namíbia. Até a próxima.

Tiago

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s