Ilha de Moçambique (Parte 3)

Fala meus filhos, blz?

Como última parte do post sobre a Ilha de Moçambique, separei a nossa ida em um dos hotéis mais interessantes daquela região… Não apenas pelo hotel, mas pela localização do mesmo.

logo-croal

O Hotel Coral Lodge 15.41 (esse número indica a localização geográfica: 15 graus latitude sul, 41 graus longitude oeste) fica na Praia de Varandas, que fica muito perto da Ilha. Para se ter uma idéia, do restaurante do próprio hotel, é possível ver o Forte de São Sebastião.

Vejam onde fica no mapa. Já vendo assim, dá pra ter uma idéia da beleza do lugar, né?
Vejam onde fica no mapa. Já vendo assim, dá pra ter uma idéia da beleza do lugar, né?

No screenshoot acima, vocês podem ver as outras ilhas que comentei no post anterior, a Ilha de Goa no canto inferior direito e a Ilha de Sete Paus, no canto superior direito. Lembram das fotos com aquele mar maravilhoso? Dá pra ver pelo satélite também… Foi exatamente naquele espaço que passa na frente e logo depois do Coral Lodge.

O Coral Lodge é um hotel 5 estrelas da rede internacional Newmark. Eu sempre ouvi falar muito bem dele e sempre tive interesse em conhecer, apesar do preço não ser lá dos muitos convidativos. Resolvi passar apenas uma noite para sentir o gostinho… 😛 Para chegar até ele, se você estiver na ilha, o mais rápido é pegar um barco e pedir para te largarem direto lá. Não custa caro e realmente é mais rápido do que ir pela estrada, pois tem que sair da ilha e fazer uma volta enorme pelo continente, o que dá umas 2h30min de viagem, pelo que eu lembro.

Nessa parte da viagem, tivemos a companhia de um casal de amigos o qual eu tive o prazer de conhecer lá em Tete e que se mudaram para Nacala e até agora lá estão. Além do nosso turismo clássico, esse foi um momento de celebração para rever grande amigos.

Livia e Luiz, grande parceria!
Livia e Luiz, grande parceria!

O destaque desse lugar realmente é a paisagem. Sem dúvida, é um hotel criado em um dos locais mais lindos da região. Em quase toda essa região a maré desce muito deixando a água bem rasa durante o dia, porém neste local, o mar realmente recua um absurdo (acho que pelo menos uns 150, 200 metros), e deixa a paisagem MUITO bela.

Os quartos do hotel ficam de frente para a praia e então, se tu você quiser, você pode passar o dia inteiro com os pés para o ar, olhando para essa paisagem horrível a sua frente. Dá pra ver a maré descer e subir só tomando uma cervejinha.

Falando nos quartos do hotel, eles são realmente muito bem concebidos. Um quarto/sala bem grande e espaçoso, com varios sofás, armários, utensílios para café, etc. O banheiro tem uma banheira bem gostosa e bem é muito bem cuidado. Eu não notei se são em todos os quartos, mas pelo menos nos que eu vi, havia uma área na frente do quarto com teto de pano retrátil, tipo uma sacada, onde você podia sentar, tomar café da manhã, ler um livro… Afinal, já que temos aquela paisagem linda na frente, tínhamos que aproveitar.

Mais uma coisa importante sobre os quartos. Existem 2 tipos de quartos no Coral Lodge, os de frente para o Mar e os de frente para a lagoa (como eles chamam). No local onde o hotel está, quando a maré sobe, a água entra para dentro da área do continente formando tipo um lago/riacho que passa ao lado do hotel. Eles construíram a piscina do hotel e alguns quartos exatamente de frente para esse local. É muito bonito, mas para mim não bate a vista do mar.

A lagoa. É bem bonita, tem até uma cadeirinha para ficar deitadão... Mas não bate o mar.
A lagoa. É bem bonita, tem até uma cadeirinha para ficar deitadão…

Fiz todas minhas refeições do hotel no restaurante, o qual é meu único ponto negativo em relação ao Coral Lodge. As refeições eram únicas, sem menu, e também não eram muito bem servidas (em termos de quantidade). Não senti que a cozinha seguiu o padrão do resto do hotel, ou o que ele prega.

Como ponto positivo do hotel, com certeza eram os atuais gerentes, um simpático casal Belga que se esforçava ao máximo para nos agradar e nos fez nos sentir muito confortáveis durante nossa estadia lá.

Bom, não tem muito mais o que falar sobre este lugar, as fotos irão completar qualquer outra informação sobre ele. Avaliando o geral, eu gostei muito de ter ficado lá, porém, não tenho certeza se considero que o custo x benefício é bom. A paisagem lá é lindíssima e ficar em um lugar assim sem pressa para sair, realmente é legal. Porém, se você tiver interesse em conhecer apenas a praia do hotel, peça para um barco na ilha lhe levar de manhã cedo para lá, passe o dia e volte para a ilha. Você será feliz igual… ehehhe

Para quem gosta de fotografia, observar os trabalhos do pessoal local durante o dia pode gerar fotos bem interessantes.

Alguns bichinhos para nos entreter 😛

Um pouquinho mais de cor de paisagem.

Barcos a vela e esse degradê não tem como não ficar bonito
Barcos a vela e esse degradê não tem como não ficar bonito

É isso aí, espero que tenham gostado.

Abs

Tiago

 

Anúncios

Um comentário sobre “Ilha de Moçambique (Parte 3)

  1. Oi Tiago, tudo bem? Sou brasileira e estou indo pra Moçambique no próximo mês. Seu blog é muito bacana e me ajudou em diversos pontos. Mas ainda tenho algumas dúvidas que gostaria de falar com você. Será que você poderia me passar seu email? Obrigada! Tudo de bom.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s