2 anos em Moçambique

Hoje fazem 2 anos que estou morando em Moçambique. E não por coincidência, hoje é considerado o Dia do Amigo (19 de Julho no Brasil).

Quando penso que fazem 2 anos que eu sai de casa e vim para cá, quando paro para avaliar, passo por uma enxurrada de emoções. Difícil escolher qual delas tem mais intensidade, mas quando tento chegar a um denominador comum, sempre chego a conclusão de que o saldo é positivo. E quando penso mais um pouco, chego a conclusão que o saldo é MEGA POSITIVO.

Quando eu dizia/digo para as pessoas que iria morar em Tete, o lugar que me explicaram ser uma das provincias mais pobres do 10° pior IDH do mundo, as reações são extremas: 1) Tu é loco? 2) É meu sonho! Fico feliz em ser o aventureiro que muita gente acha que eu sou e ao mesmo tempo fico triste por, querendo ou não, ter deixado tanta coisa e pessoas “para trás”.

Quando eu falei de coincidência sobre hoje ser o Dia do Amigo, é por que hoje, estou fazendo 2 anos de aniversário em Moçambique e tenho certeza absoluta que só aguentei por causa deles. Pelos amigos que ganhei e pelos que fiz.

Do Brasil, não posso deixar de agradecer a todos amigos que me mantiveram em pé nos momentos de tristeza e me acompanharam nos momentos de alegria. Se vocês entendessem a importância que é uma conversa pelo Skype ou o poder do WhatsApp para um expatriado, vocês entenderiam o valor que dou para isto. Graças a tecnologia, as distâncias hoje parecem nem existir. Eu agradeço do fundo do coração a vocês que me ajudaram mesmo sem as vezes saber que estavam me ajudando.

De Moçambique, quero agradecer DEMAIS aos Moçambicanos que até hoje, me trataram muito bem no seu país e muitos que tiveram coragem de se abrir e se tornarem grandes amigos de verdade, os quais me preocupo em saber se estão bem e felizes sem pestanejar. Eu acho que o maior sinônimo de que tu gosta de alguém, é quando a preocupação por essa pessoas se torna involuntária, se torna automática. Hoje eu tenho certeza que o dia que eu for embora daqui, estarei sempre pensando nas pessoas que estarão aqui… Estarei sempre preocupado com o que acontece com Moçambique e em Tete e neste monte de amigos moçambicanos que fiz.

E claro, não posso deixar de agradecer aos amigos brasileiros que fiz aqui, pois acho que eles tem uns dos principais papéis nessa história. Alguns conseguiram entrar na minha vida numa velocidade tão impressionante que as vezes fico até assustado, mas são pessoas que hoje tenho um carinho tão grande quanto meus velhos amigos do Brasil. Acho que a intensidade de estar fora faz isso… Todo expatriado acaba se dando suporte para aguentar a distância dos amigos/família.

Então hoje é dia de comemorar. Agradecer que acima dos 2 anos que comemoro estando em Moçambique, são 2 anos cultivando e valorizando amizades. Afinal, a vida basicamente é feita disso: Relacionamentos.

Deus nos dá uma família quando nascemos, mas os amigos são a família que nós escolhemos. Aos meus, obrigado por existirem.

Tiago

Anúncios

2 comentários sobre “2 anos em Moçambique

  1. Olá,
    Encontrei seu blog porque eu gosto de ler sobre viagens que um dia farei (nenhuma idéia de quando) e acabei lendo esse seu lindo texto!
    Nossa me identifiquei tanto… nao tinha parado pra pensar que no fim a gente fica fora do país feliz quando encontramos bons amigos pelo caminho 🙂

    bjo bjo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s