O que parece errado?

Jamboo!!!

INFORMAÇÃO: Esse post foi escrito 6 meses atrás, então as informações relativas as minhas “novidades” não valem… ehheheeh

E ai minha gente, que tal essa vida? Tranquilo?

Hoje, em um dia de bom humor, recém me mudei de hotel (hoje mesmo) e estou em um lugar muito mais tranquilo e gostoso de morar (minha segunda mudança em 2011, espero que agora seja definitivo), resolvi escrever sobre aspectos negativos.

Uma coisa impressionante, minhas malas estão aumentando. Sério, nÃo entendo como eu posso estar com tanta coisa. Eu nem fiz tanta compra assim!!! Agora pra me mudar loto praticamente uma L200 por dentro inteira. IMPRESSIONANTE.

Mas pois bem, hoje resolvi fazer uma coisa inversa e resolvi aproveitar o meu bom humor e bom momento para escrever sobre alguns aspectos negativos que vi aqui na viagem, são coisas que me incomodam um pouco diariamente e no longo prazo se tornam algo BEM incomodativo. Esse é o lado da mudança de cultura mais pesado de todos, que com certeza, te afeta mais profundamente no dia a dia.

Algumas coisas pode-ser que eu já tenha comentado com vocês em outros posts, mas vou explicar compilado em um post.

IMPORTANTE: Leia este relato com o intuito de ver uma percepção de um estrangeiro e não como uma crítica ao local. É IMPOSSÍVEL escrever um post sobre aspectos negativos sem parecer uma crítica, mas não é essa a idéia. Por isso mesmo demorei tanto tempo para falar sobre isso…

1) Corrupção

Bom, esse é o ponto que para mim é o mais forte de todos, e que é até difícil explicar no geral.

Corrupção pelos países da África é algo muito grande. Muito e tão disperso que as vezes tu não acredita que aquilo possa estar acontecendo. Ela acontece em diversos âmbitos, desde o básico desrespeito a leis básicas a coisas gigantes e absurdas, e na verdade, acredito que tem diversos motivos…

Viajar aqui pelo continente, é um pouco triste. Triste no sentimento de ser um turista. Em poucos lugares que eu viajei e visitei, não tive problemas em fronteira ou ouvir falar de corrupção acontecendo descaradamente. É na fronteira, onde tu é explorado sendo cobrado por taxas que não existem, é na estrada sendo multado por motivos que não existem, é caminhando na rua e sendo abordado por policiais pedindo “refresco” por nada… É uma coisa impressionante. E o mais impressionante de tudo, é que isso acontece com uma naturalidade das pessoas, que tu não acredita que possa estar acontecendo.

Isso impressiona por tu ver como é fácil burlar o sistema como um todo, e é por isso mesmo que eles burlam.

Aqui, computadores no sistema público do governo é algo complicado. Vocês não tem noção da tristeza que eu fiquei quando fui na Delegacia de polícia de Tete registrar o roubo da minha câmera fotográfica do primeiro hotel que morei. Não existe estrutura nenhuma na delegacia. Imaginem uma casa abandonada caindo aos pedaços? Sem viaturas, com armas jogadas pra todos os lados e controles feitos apenas em CADERNOS. Olhem abaixo o comprovante do registro do roubo da minha câmera.

O mais engraçado é que eu tive que ir na polícia três vezes para fazer esse registro. Nas duas primeiras não tinha papel...

Isso é um exemplo de como as coisas são aqui. Em orgãos do governo em geral, não existe governança, ou seja, não existe um controle que possa gerenciar fraudes e descontroles de maneira efetiva, então é muito fácil introduzir ou mexer no meio do processo sem que ninguem saiba. É broxante de ver isso, mas é como as coisas são.

Eu acredito que tem muito mais coisa envolvida em tudo isso, envolve desde os exemplos que os grandes governantes dão para a população e a falta de cobrança deles para resolver isso, até o lado cultural, que remete a muita vezes ao desrespeito de regras básicas, como as filas, ou “bichas”, como eles dizem aqui.

Acho que minha análise é muito superficial para generalizar, mas é o que eu consigo ver da minha posição. Palavra de quem sentiu e viveu esse problema na pele diversas vezes durante a viagem.

2) Problemas em aeroportos

Bom, esse assunto é tão engraçado quanto é triste. A “tranqüilidade” dos voos de avião e sistema aéreo que vemos ao redor do mundo, não se aplica nessa realidade aqui. E brasileiros, não me venham dizer que o sistema aéreo brasileiro é uma merda por que sempre atrasa. Ok, atrasar é algo que incomoda, mas espera para ler abaixo… Isso é tão bizonho que irei escrever em sub-itens:

2.1) Atrasos

Bom, pegar um avião na hora, e igualmente, chegar na hora, é algo raro. Acho que nunca peguei um avião que não tivesse no mínimo 20 min de atraso. Atraso de horas? Mudarem teu voo sem nem avisarem? Ou até cancelarem? Totalmente normal…

O mais engraçado, é que eu não conheço NINGUEM que tenha pego aviões no horário exato aqui, e quando tu está lendo a revista de bordo da cia aérea aqui de Moçambique (LAM – Linhas aéreas de Moçambique) diz que tu mais de 90% dos voos deles chegam na hora! ALOU?! Daonde eles tiraram essas pesquisas. Se 100% dos meus e dos meus amigos foram fora do horário, não tem como ser assim! ehheheheh

2.2) Bagagens em perigo

Bom, esse item merece MAIS sub-itens…

2.2.1) Cuidado com as bagagens

Se vocês vissem como as pessoas tratam as tuas malas aqui, vocês iam chorar. Coisas delicadas são impossíveis de despachar no voo!

Além da falta de cuidado do pessoal que maneja as malas, as esteiras dos aeroportos daqui não são assim lá muito boas. A aqui de Tete, por exemplo, termina jogando a tua mala contra uma parede! AHEAUAEHUHEAHUAE Sério, é de chorar de rir…. De alegria e tristeza…

2.2.2) Cabritos

RESPIREM FUNDO! Pois essa notícia vai ser de cair os butiá do bolso, mas antes de tudo vou dar um contexto global da notícia.

A cidade de Tete é INTERNACIONALMENTE conhecida como CABRITOLÂNDIA. Aqui tem cabrito pra tudo que é lado… E aqui, se come MUITO cabrito. Como aqui tem muito cabrito, ele é muito mais barato que em outras províncias, ou seja, Tete é uma exportadora nacional de cabritos.

Agora adivinhem como os cabritos são tirados daqui? De avião ué! Eles são mortos e despachados no meio das malas! NO MEIO DAS MALAS!!!! Claro, dai vocês ficam pensando… Eles colocam em caixas térmicas e enviam tudo direitinho… né? NÃO! Os cabritos são enrolados em caixas de papelão, sangrando, dai enrolam elas em plásticos e enviam. O problema, é que essa merda não retém nada do sangue, ou seja…. Quando tu vai pegar a tua mala no final da viagem, ela pode estar completamente ensangüentada. Lindo, né?

E assim, vai reclamar para a empresa por isso? Perda de tempo. Solução? Sempre enrolar as malas em plásticos que tem a venda no próprio aeroporto para proteger que o sangue penetre na mala…

2.2.3) Roubos

Algo inacreditavelmente absurdo. Roubos.

Sabe a segurança de despachar uma mala sem medo de ser roubado? Pois é, aqui não rola. Toda viagem da tua mala é um risco.

Na minha viagem de volta da Tanzânia, entre Maputo e Tete, eu tive minha mala roubada. Eu despachei minha mala com cadeado e tudo mais e os cara abriram mesmo assim. É assim, na maior cara de pau, eles abrem tua mala, pegam o que querem e ponto final. Cansei de ouvir histórias do gênero aqui. Teve gerente que na primeira viagem foi roubado aos litros.

As coisas mais roubadas são: Perfumes, óculos, máquinas fotográficas e coisas do gênero. De mim, roubaram um perfume novinho, que recém eu tinha aberto…

Solução? Carrega tudo de valor que tu tiver na bagagem de mão, além de é claro, enrolar a mala com plástico e tudo mais para dificultar o processo de roubo… Reclamar por causa disso? Também não vale a pena…

3) Qualidade dos serviços

Existem varios pontos que eu tocaria nesse âmbito, mas em geral vou focar no atendimento em locais comerciais… Foco no cliente é algo que não existe por aqui.

Restaurantes, lojas, etc não tem treinamento para isso. Quando tu vai para algum desses lugares, as pessoas te atendem sem vontade, sem interesse. Eu não sei, acho que aquela percepção de que se atender bem vai gerar mais receita não passa na cabeça.

Sabe quando tu vai num lugar fazer uma compra e dai tu nota que parece que tu tem que agradar o vendedor para poder receber a atenção dele e não o contrário?

Isso tem varias explicações, mas a principal delas é falta de concorrência. Pensa comigo, tu é mal atendido em um restaurante, dai tu fica indignado e promete que nunca mais vai naquela espelunca, né? Pois é, dai 2 dias depois tu quer sair para jantar, e só tem aquele restaurante, que tu vai fazer? Pois é, é assim que funcionam as coisas por aqui.

Tem um exemplo tri clássico aqui, de uma dona de um loja de conveniência de um posto aqui da cidade de Tete. A véia é uma portuguesa meio loca, que trata todo mundo como se fosse um cachorro. E não tinha jeito, a galera ia lá igual por que era só lá que achava os produtos importados da Africa do Sul. Mas eu já ouvi cada história da mulher que é inacreditável.

O bom dessa parte, é que isso tá mudando. Tete está virando um centro de atenções de investimentos graças a mineração e isso esta trazendo mais pessoas e empreendimentos para cá, principalmente no ramo de hotéis. É claro, todo o desenvolvimento econômico traz problemas junto, como aumento de roubos e coisas do gênero, mas é parte do processo.

Um outro ponto relevante em cima desse tema é em relação a velocidade do atendimento, mas é uma questão complicada de lidar. Mas em geral, comparando Brasil x Moçambique, a diferença de velocidade é bem grande…

—–

Pois bem, como eu falei antes, é impossível escrever sobre aspectos negativos de outro país sem parecer uma crítica a ele. Muitas coisas, sei que são pensamentos unânimes de quem está viajando ou de quem está até lendo, mas outros podem ser pensamentos pessoais mesmo. É uma questão de visão…

Eu não tenho como culpar a população aqui por não reclamar ou exigir que a coisa seja diferente. Afinal, grande parte da população daqui nunca saiu daqui e não sabe como é a vivência em um ambiente diferente, e os que conhecem, tem pouca relevância em termos de força para fazer isso mudar.

Eu vim de uma realidade diferente, onde as coisas acontecem de maneira diferente e isso faz toda a diferença na hora de avaliar a situação que eu vivencio aqui. Eu não quero exigir que tudo mude, apenas tento mostrar a minha visão das coisas e ver se as pessoas concordam, se não concordam… Bom, ai eu pelo menos fiz a minha parte.

Eu acho que passar e vivenciar todos esses problemas te dá uma dimensão diferente do mundo, das percepções das vida e pensamento de outras pessoas, inclusive. Transpondo isso em competências (sim, competências desenvolvidas em pessoas) acredito que essa experiência tem desenvolvido muito em mim: Adaptabilidade, Flexibilidade e Entendimento cultural.

Porém acredito que ela também tem desenvolvidos um lado em mim que eu não curto muito. As vezes, vivenciar essas coisas muito frequentemente diminui tua paciência, e também te faz perder um pouco a tolerância… Eu sou um ser humano normal, ok?

Mas bem, vivenciar esse tipo de coisa, é o que faz a experiência de estar fora valer a pena. São percepções diferentes, tempos diferentes, estilos diferentes… DIFERENÇAS. São elas que te fazem pensar se o que tu está fazendo, está certo. O jeito que tu tá fazendo, é o melhor? As vezes, a gente precisa ver algo TOTALMENTE diferente do que a gente tá acostumado para revisar o nosso estilo de vida.

O lindo de tudo isso? As vezes chegar a conclusão que a gente precisa aprender com alguns aspectos da vida deles, para não nos deixar ser comido pela vida profissional ou pela velocidade extrema em tudo que a gente faz, e tentar ver junto o lado calmo, admirar o caminho e a paisagem que está passando do nosso lado…

“Vivendo e aprendendo.” Nunca esse ditado foi tão real.

Saudades sempre!

Tiago

Anúncios

2 comentários sobre “O que parece errado?

  1. Após pegar muitos vôos da LAM, descobri o segredo: eles só fazem a pesquisa (um pequeno formulário) no vôo de 7:00 da manhã para Johannesburgo, que normalmente sai no horário, ou no máximo com 10 minutos de atraso. Bacana isso, né?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s