Inhaca

Êlele!!!

E ai meus queridos, tudo bueno? Aqui, como sempre, está tudo tranquilo e sereno.  Eu tinha varias coisas anotadas em um post rascunho aqui pro blog, mas resolvi escrever esse post sobre a minha viagem a Ilha de Inhaca, na província de Maputo (onde é a capital de Moçambique).

Tive que ir a Maputo para ter algumas reuniões de trabalho e o pessoal da AIESEC organizou uma viagem de integração do pessoal que está aqui em Moçambique e resolveram ir para Inhaca. A idéia era uma viagem “low cost” (baixo custo) e então tudo seria o mais barato possível, ou seja, tinha tudo para ser uma indiada perfeita.

Inhaca é uma pequena ilha situada a entrada da baía de Maputo, província que fica ao lado da África do Sul, na região mais sul de Moçambique.

Localização da Ilha de Inhaca

A ilha tem um papel bem chave no que diz respeito a turismo, por possuir bem pouca interferência humana e muito corais e reservas florestais, com vegetação nativa e tudo mais. Na verdade a ilha como um todo é considerada uma reserva integral.

Imagem aérea da ilha. Fonte: Blog http://umfigueirensemozambique.blogspot.com

Existe lá uma Estação de Biologia Marinha que é controlado pela Universidade Eduardo Mondlane, que por acaso, possui alguns dormitórios para estudantes e visitantes e foi exatamente onde nós ficamos hospedados.

Do lado da ilha, há uma outra ilha chamada de Ilha dos Portugueses (ou antigamente, Ilha dos elefantes). Porém vou falar dela depois…

A Ilha fica a uns 40 kms de Maputo e para ir até lá tem 2 opções: Barco ou Avião. Como a viagem é foi do tipo low cost, obviamente fomos pelo mais barato que era de barco. O barco é bem simplesão e vai lotado de gente levando tudo que se pode imaginar. O único problema da viagem foi a gente mesmo.

Como eu e o Gibba estavamos em Maputo, e isso é bem raro, nos organizamos para sair com todo mundo na sexta feira, afinal, precisamos ver nossos amigos e beber aquela cervejinha. Só que como vocês sabem, isso é uma idéia de GIRICO para quem pretendia ir viajar de barco no outro dia as 7hs da manhã né. Vou resumir… Saimos sexta, enchemos os canecos, piramos o cabeção e fomos viajar no sábado todos completamente bêbados e mal durmidos! QUE MOMENTO! Graças a deus que o mar estava tranquilo, por que se o mar da ida tivesse como foi o mar da volta… eu teria passado a viagem inteira chamando pelo Hugo. HUUUUUUUUUUUGGGGGGGGGGOOOOOOOOOOOO!!!!! 😛

Barco que nos levou até lá... Perceba os detalhes...
Encarando a viagem. Jorge, eu e Maiko.
O barco visto de fora... que tal heim?
Olha a água... Alias, olha embaixo da água. Lindo, né? Ao fundo, a Ilha de Inhaca
Barquinho que nos leva até a ilha. Esse barco me parece familiar... Dentro dele, metade na nossa tropa!
Infinito. Quando a água azul e calma encontra o céu azul.

Além do pessoal da AIESEC que foi todo junto, incluindo Brasileiros, Portugueses, Nigeriano, Italiano e Iraniana, foi um pessoal que conheci da empresa também. Não por acaso, vim para Moçambique e encontrei outro gaúcho véio bagual aqui chamado Leonardo pra compartilhar o meu chimarrão (apesar de ainda não termos tido tempo pra isso… eheheh).

Gaúchos em Inhaca.

Devido a lindura/lindesa/beleza da ilha, vou falar postar mais fotos do que escrever, pois por ser uma beleza natural as fotos falam mais do que eu mesmo. Vou comentar algumas coisa peculiares e momentos importantes, mas nada demais.

Comentário 1: A Ilha é lindíssima. Só estando lá para entender o quão bunito pode ser um lugar assim. A água transparente, a areia fofinha, a natureza intacta. Impressionante.

Ilha de Inhaca
Panorama da ilha vista do oceano. Clica na imagem para ver ela maior.
Galera: Lígia, Edgard, Maiko, Shadi, Pablo, Jorgera e eu!
Praia
Praia
Viveiro
Além da cara de idiota, que anda se tornando muito frequente nas fotos daqui, eu tinha avisado que ia ganhar minha barriguinha de volta aqui em MZ. Viu?
Além de transparente, dá pra ir caminhando MUITOS metros pra dentro do oceano, de tão raso que é.
Barquinhos... um perigo!!!!
Olha bem no fundo. Aquilo é Maputo. 🙂 A terra é azul...
Odeio o conceito de self pictures, mas as vezes é o único jeito...
Olha o nosso piloto ali descansando... 😛

Lembrem que eu falei que havia outra ilha perto dessa? Pois é, tem uma ilha chamada Ilha dos Portugues ou também Ilha dos elefantes que fica ali perto e é lindíssima. Além de ter sido um centro de troca de marfim nos tempos antigos, também serviu como refúgio ou “cadeia” para os leprosos, na época que a Lepra estava dissimando a população. Nessa ilha existem alguns lagos criados por areia com o oceano, também chamadas de Lagunas. São lindos, já vão ver nas fotos abaixo.

Mas a história engraçada disso, é que foi exatamente nesse momento que a ilha paradisíaca quase virou um inferno. Para ir para essa outra ilha, alugamos uns barquinhos (exatamente como aquele outro lá em cima que carregou a gente do barco grande para a ilha) e por causa desses barquinhos, QUASE PERDEMOS A VIDA. Resumindo tudo, durante a viagem até a ilha, nosso barqueiro entrou em alfa e ignorou o que estava acontecendo a sua frente e a consequência disso, é que BATEMOS DE FRENTE EM OUTRO BARCO!!!

Exatamente... Assim que ficamos na hora.

ISSO MESMO!!! Sofremos um acidente de barco em ALTA VELOCIDADE (Sei lá, uns 40 por hora?!?!?).

O que aconteceu foi que como o barco anda rapidamente, ele inclina a sua frente e fica bem alto, dai não dá pra enxergar direito de trás, onde fica o motora, e além disso o barulho é muito alto, ficando difícil conversar ou passar uma informação enquanto o barco estava navegando.

É assim que o barco estava nos levando (claro, esse foi o barco que sobreviveu!!!)

Imaginem a cena. Tu olha pra frente e ve que teu barco está exatamente indo em direção de outro. Tu grita pro piloto e NADA, grita de novo e NADA, e tu olha pros teus amigos e eles tão com os olhos arregalados, TODOS gritam e nada, tu olha para a tua mão e tu tem máquinas digitais, lentes e tudo mais que um turista carrega sempre junto. Tu vê que não tem o que fazer e então simplesmente aceita que vai se fu***…

A gente tava muito feliz antes do barco bater. Viram? Edgard, Jorgera, Silvia

Olha como ficou o outro barco...

Nosso barco se choquou de frente e graças ao angulo que ele estava andando subiu em cima do outro, quebrou tudo que pudia e logo depois escorreu para o lado. Graças a deus não aconteceu nada, mas foi um susto gigante. Daqueles que leva a choradeira geral e a pensar um pouco sobre a vida e como ela é.

Todos também estavam sem coletes então já serviu a lição também, mesmo quando parece que nada pode dar errado, algo pode! Então não dá pra descansar nunca mesmo. Alias, essa é a premissa de políticas de segurança né?

Agora apesar do susto, tudo virou festa depois. Afinal, já que todo mundo estava bem, continuamos a viagem e isso virou uma brincadeira. Me digam, quem de vocês alguma vez vai poder dizer que participou de um acidente de barco em alta velocidade. Eu já!!!!!

Mas a melhor visão de tudo isso mesmo foi a do outro barco. E pessoal do outro barco viu tudo, gritou que nem a gente e depois ficou dando risada também. Basicamente eles disseram que nosso barco ficou em um angulo de quase 90 graus com o oceano. Dá pra ter uma noção da força do choque, né?

Mas em resumo, depois disso fomos para a Ilha e conhecemos toda. Ela é bem linda, mas foi muito cansativo, pois demos a volta inteira nela a pé. Como a areia era muito fofinha, os pés afundavam na areia e a caminha foi MUITO mais trabalhosa do que se fosse normal, mas a visão compensou e abaixo mostro as fotos.

Galera chegando na ilha dos portugueses. Na realidade esse momento queriamos garantir que iamos ter uma foto com todo mundo vivo. Afinal, depois da experiência do barco... 😛
Ilha dos Portugueses. É tão bonita quanto a outra.
Ilha dos Portugueses ou Ilha dos Elefantes. Esta é a pequena Laguna que temos nela.
Lígia, Jorgera, Edgard e eu. Brasileiros na ilha dos portugueses.
E vimos o por do sol de lá. Óbvio, era lindo!
O por do sol.
Simples assim...
Volta para a outra ilha. Todos tensos e com frio eheheheh

Depois de noite, aproveitamos a canseira, fizemos uma janta e logo após uma fogueira na beira da praia. Ficamos a noite toda papiando, bebendo uma cerveja/caipirinha e arejando o cabeção na beira do mar. Maravilha.

No outro dia, após acordar, fui dar uma passeada na praia e olhem o que eu achei…

Ressaca? Pensei que era só eu que tinha...
É... vamos deixar a navegada para um pouquinho mais tarde?

Isso mesmo, o recuo da água nas manhãs é tão grande, que mais ou menos uns 70 metros de água desaparecem! Chegou a ser engraçado. Mas lá por 11h da manhã tudo já voltou ao normal!! 🙂

Resumindo, a viagem foi ótima, o lugar é lindo e as companhias foram muito boas. Apesar do problema do acidente de barco, aquilo não foi suficiente para abafar os bons momentos que passei com o pessoal lá. Fez falta no grupo a Bruna Besse o Gibba que não puderam comparecer, cada um por um motivo… mas haverão outras…

Finalizo esse post com um muito obrigado à todos que participaram comigo e agradeço também  a todos que tem visitado o blog aqui. Tem sido trabalhoso escrever e manter isso, mas cada vez que recebo um comentário ou e-mail, fico tão feliz, que dá vontade de continuar escrevendo… 🙂

Abaixo algumas fotos para finalizar e até a próxima! 🙂

🙂
Macharedo na praia. Roberto (Itália), Jorgera (Brasil), Folarin (Nigéria), Maiko (Brasil), Eu, Edgard (Brasil), Pablo (Brasil)
Já dentro do barco na volta... Água HORRÍVEL, né?
Jorgera e cerveja.
Lígia!!

Cumprimentos de Moçambique.

Tiago

Anúncios

26 comentários sobre “Inhaca

  1. nossa que maneiro!
    acidente de barco.. por essa ngm esperava! ASHUHASIUAHSIHSUAI
    que lugares lindos hein tiago?! BUI! muito lindos mesmo 🙂

    beijão! 🙂

    1. Ainda prefiro Capão! hauahua

      Além da beleza do lugar, a qualidade das tuas fotos é ótima.
      Eu também queria passar pela aventura de um cidente de barco. E isso é sério!
      Continua escrevendo.
      Abraço.

  2. Guriiiii
    demaaais esta esse blog, me matei rindo, depois quase chorei, ai ai ai muitas emoções
    e as fotos estão demais! Parabéns!
    Só saudade nééé, mas por bons e belos motivos!!!!
    Beijooo

  3. Velho pra uma ilha que é uma “Inhaca” é fantástica, esta deve ser a melhor inhaca que existe hehehehhe.

    Parabéns, show de bola, quando voltar escreve um guia sobre o lugar e ganha uma graninha.

  4. tche locoooo
    haha
    n sei se rio ou se fico preocupada. mas tu ja ta bem.
    caraca mto lindo o lugar, mó rooteza ne…
    essas coisas eu gosto,, de ver ver em foto hahahaha
    alias, as fotos tao lindas lindas lindas.
    to adorando.
    vai postando ae rapaix
    saudade de ti loco veio
    xa comigo q te visito na sequencia, espera baixar a neve milanesa, que to chegando ae pra nois prozear.
    bejaoooooo

  5. Cara! Paabéns!!!! eu tenho acompanhado todos os post’s e tu tem escrito muito bem! é com graça que tu desenrola as histórias! e lógico que é muito bom quando são resumidas e “des”romantizadas! jejejej!!! siga assim! que isso vai dar um bom livro! e ja pescou ai!? tem que pegar uma rede e colocar! pra ver o que que vem! jejejejeje!!! abração!!!! segue escrevendo! que eu queria ler mais! pode ser mais sobre o trabalho! sobre a Vale! sobre o desenvolvimento do país… ou regional… abração!!!

  6. Cara,que fotos lindíssimas ! nem parece na Africa,não ?
    Olha,você está em uma excelente empresa,e ainda por cima tendo a oportunidade de conhecer lugares belos como este ! Em resumo,cara…tú é um privilegiado ! 🙂
    ah,e se depois você quiser,pode até virar escritor ! 🙂

    E pelo que me lembro,à uns anos atrás você tinha uma banda…e agora está trabalhando à serviço da Vale,em um outro país. No meu entender,você fez a escolha certa…porque está cheio de gente por ai (a minha irmã é uma delas…) que tem banda,e quer ir atrás de seus sonhos;ganhar a vida com isto,mas…nem sempre a gente consegue o que quer,ou seja,fazer da vida o que se quer….e a gente pode despontar em outra profissão.

    Eu mesmo,queria poder ter ganho a vida como ator/humorista (fiz só alguns bicos nesta àrea…) mas,trabalhando para o Governo (no Ministério Público) eu tenho agora um salário que jamais sonharia em ter. É mais ou menos assim que a coisa funciona !

    abraços e parabéns pelas fotos….
    ah,e ainda bem que não rolou nenhum ferido no incidente do barco… 🙂

  7. tira uma foto minha pra ver se eu fico bonita que nem esse troço aí? Creeeeedo, que paraíso!!
    To vendo a hora que a ADMAEM – Associação Dos Meus Amigos Em Moçambique vai me mandar aquela passagem pra eu ir passear aí junto – Adorei!!

    E, quanto ao acidente, nem vou dizer nada. Se trabalhando na Vale tu não aprender sobre segurança, não aprende nunca mais!!

    Love you xucrisse!
    Saudades!

  8. Graaande Ovni!!

    Ainda bem que as tuas lentes mostram que Inhaca não merece o nome que tem! huauah, é linda 😀

    Délvia, a ADMAEM está processando seu pedido. Assim que programarem a próxima indiada com acidente de barco (pacote n°1), entraremos em contato! Enquanto isso, pedimos a gentileza de nos mandar as cópias do seu seguro-saúde. 😛

    Beijão :**

  9. Tche….
    Mas que lugarzinho meia boa hein…

    Cara… de fato… tu é a única pessoa que conheço que se acidentou de barco!!
    hauhuahuhuahuahuuahhauhua

    Que história pra contar hein!
    Muito bom acompanhar tuas aventuras aí mano véio!

    Continua nos escrevendo!

    Grande abraço!
    Saudades cara…

  10. Noooooossa Ovni !!!!!! tirando o por do sol maravilhoooooso…nem pensar uma aventura
    louca dessas….Falei pra Cy q vc depois dessa, nunca mais vai se atracar em alto mar…
    Faltou o conselho da Mamy ai nao e? Filho, por favor…. nao esquece do colete…cuidado…
    o mar e muitooooo perigosoooo..nao sai assim nessas aventuras perigooooosas…(hehehehe!!!!) mas e isso …gracas a Deus q tudo passou e vc esta bem…valeu!!! o lugar e lindo…maravilhooooso …adorei as fotos e seus amigos muitooo legais…Fica com Deus…e te cuidaaaaaaaa filho !!! Bjoca

  11. Olá Tiago!!!
    Eu estou indo pra Mocambique no final do mes e vou ficar dois dias e meio em MAputo. Nem tenho que falar que de fato quero conhecer Inhaca, né????? rsrs
    Pelo que li no teu post vcs ficaram uma noite por lá, mas da pra ir e voltar num dia????
    Será que vc tb podería me contar quanto é que a gente precisa gastar pra passar o dia por lá?
    Vou agradecer muito qualquer informacao!
    Obrigada!!!!!!!!!
    Alba

  12. Caraca… Inhaca é mesm0 uma sena, mais essa de acidente de barco e´ demaisssss,
    ja la estive sei o quanto é lindo, só me falta ter o previlegio de um acidente de barco e sair ilesa. Kakakakaka
    Maneiro mano

  13. Oi cara,
    Muito legal seu blog! Parabéns!
    Estou indo pra África do Sul e estou pensando em esticar até Moçambique.
    Como é o esquema para arrumar esses barcos para ir pra Inhaca? Você tem ideia de preço?
    E o barco pra Bazaruto, como foi?
    Valeu mesmo!
    Abraço,
    Guilherme.

  14. a ilha de inhaca é bonita, mas em moçambique existem outras de uma beleza natural e cultural fantástica, como a ilha de moçambique e bazaruto. já estive em todas e recomendo que visite. esse vídeo aí embaixo fui eu que fiz.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s