Medos e Anseios

Pra começar…

– Quem não tem medo aqui, levanta a mão?

ps: Eu não estou levantando.

– Quem tá sempre pensando em como as coisas podem ser? Levanta a mão também!

\o/

Tão ai as duas principais maldições da vida da gente. Medo e anseios. Na verdade podemos até trocar isso e chamar de “medos e expectativas”. Quem nunca pensou nos problemas que medos e expectativas criam para a gente?

Medo
Medo. Todo mundo tem. (Imagem tirada do blog Monologos de café)

Expectativas tem um papel claro. Criar uma euforia bem meia boca (por que tu já pensou tanto naquilo, que já nem tem tanta graça) ou criar uma decepção GIGANTE em idéias, pensamentos e planejamentos que fazemos. A prova disso são decepções amorosas, quem nunca teve uma? Decepções amorosas são apenas expectativas que não se concretizaram. Tu tá com alguem, cria um plano, cria um perfil ideal de pessoa que tu gostaria que aquela pessoa fosse (ou até se já é o que tu esperava), enxerga as coisas tudo junto e depois se não dá certo, tudo vai por água abaixo e tu tem que começar tudo de novo.

Óbvio, não só isso, expectativa em um trabalho em grupo, expectativa na busca de um emprego, de fazer um vestibular de tudo. Fomos doutrinados a criar expectativas para tudo, porém não fomos ensinados/doutrinados a viver elas. É claro, ela tem seus lados positivos também, principalmente em termos de planejamento de vida e planejamento profissional/empresarial elas são essenciais para criar situações/cenários futuros e fazermos nos preparar para eles, porém eu não sei, quando eu penso nisso, olhando o lado pessoal, vejo expectativas sempre como algo mais negativo do que positivo.

Mas e agora pensando no lado do medo. Medo também tem seus lados positivos e negativos. Medo cria a inquietude que precisamos pra sair da zona de conforto, ou não. Medo cria a urgência da tomada de decisão, ou não. E por aí vai…

Depende do perfil de cada um. Acho que para pessoas que sabem lidar com pressão/medo, o medo é algo bom, faz a gente sair do lugar, mexer a bunda em busca de algo e procurar o que fazer pra superar aquele medo. Porém, se tu não sabe, faz tu ficar preso no lugar onde tu está, sem coragem de tomar uma atitude por não ter coragem de arriscar. Como eu falei, é perfil. Arriscar ou não arriscar. Viver tranqüilamente com isso é competência nata de empreendedores de sucesso.

Eu já pensei tanto nisso tudo, que cheguei a diversas conclusões. Mas se eu resumir. Eu tenho medo, e com certeza, tenho meus anseios e expectativas.

Ir para um país de cultura totalmente diferente, morando em uma cidade pequena, com pouco desenvolvimento econômico/tecnológico é com certeza algo que te dá medo. Até hoje não tenho tantas informações sobre o local de trabalho e local que irei morar, apenas baseado em conversas com o Gilberto (outro brasileiro que está se aventurando por lá), mas o que eu tenho me diz que tudo é bem diferente. Basicamente eu sei que é diferente e isolado o suficiente para alguem que tem as minhas características e teve a minha vivência.

Certas coisas não dá para ignorar, Moçambique sofre de sérios problemas com a Malária, a população tem alto índice de contaminação de HIV, a questão de higienização de alimentos também é um cuidado constante para evitar diarréias e consequentemente desidratação, o problema de alto custo de vida que tem circulado o país nos últimos anos, instabilidade ecônomica… São coisas simples, mas que mudam o teu dia-a-dia. Como será que é conviver com isso todo o dia? Eu por exemplo ODEIO cremes, protetor solar, repelente e tudo que seja tipo um creme de passar na pele. E eu vou usar todos os dias. E ai? Coisas que mudam o teu cotidiano… E como qualquer ser humano tende a ser resistente a mudança e eu sou um ser humano… Deu pra entender, né?

Nem vou falar o medo de viver longe dos amigos, família, etc. Esse é meio óbvio, não? As vezes a solidão pode aparecer e derrubar o cara! Alias, eu sei que ela vai…

Moçambique
Moçambique é bonito né? Mas não é tudo tão fácil assim...

Expectativas são a mesma coisa. Nossa, em relação a experiência profissional eu tenho ALTAS expectativas, obviamente todas muito positivas. Também a expectativa de conhecer a Africa e poder viajar por lá, a expectativa de aproveitar cada momento sem perder nada. A expectativa de aprendizado pessoal, o desafio do ambiente, o desenvolvimento emocional. Tudo isso me rodeia muito. São tudo coisas que eu estou louco para ver e sentir.

Mas eu acho que esses medos e expectativas, são alguns dos principais ingredientes do meu intercâmbio. Enfrentá-los, viver diariamente com eles e principalmente SUPERÁ-LOS. Esse é a graça da coisa.

Vocês conhecem a AIESEC né? Vocês sabem por que o intercâmbio é a principalmente fase de desenvolvimento de seus membros?? Exatamente por esse motivos listados acima. Quem aprende a superar esse tipo de coisa, agüenta o tranco da vida diária em qualquer âmbito (pessoal e profissional, principalmente) com a calma e serenidade requerida por cada um deles.

ILF
Ideal Learning Flow da AIESEC - O Exchange não está em destaque por acaso...

Medos e expectativas. Eles podem ser ruins se pensarmos por cima… Mas eles fazem a gente se mexer. Fazem a gente crescer. Fazem a gente ir em busca do que consideramos conforto e felicidade.

No fundo eu gosto deles.

Tiago

Próximo post: Preparativos…

Anúncios

4 comentários sobre “Medos e Anseios

  1. muuuuuito legal o post tiago 🙂 fala de tudo o que qualquer pessoa prestes a dar um grande/importante passo pensa e sente 😀

    PS: q tal um pingo amanhã? HAIUHASIHS convite meio que fora de contexto, mas né.. diz que a Polar não chega em Moçambique, melhor aproveitar :*

  2. Tiago,

    Achei muito legal o seu blog. Falando com franqueza, mostrando momentos e condições que a maioria tenta esconder ou disfarçar.
    Desejo sorte para você na sua empreitada. Realmente um país que a primeira vista, parecerá inóspito, mas com certeza contribuirá na tua formação humana, e certamente encontrará a felicidade que você procura.
    Vou acompanhar a viagem através do seu blog. Pelo que você falou, posso tentar seguir semanalmente.

    Mesmo a distância, a amizade real e verdadeira é a que permanece.

    Sorte amigo.
    Grande abraço

    Bruno Dellaméa

  3. Eu particularmente acho que expectativa só complica as coisas, e tento ao máximo controlar. Fiz isso antes do meu intercâmbio e meu ajudou bastante (mesmo na parte profissional). Agora o medo…escutei esses dias uma frase muito legal, que era mais ou menos assim: Se você não sentir medo (ou pelo menos um frio na barriga) diante de alguma situação, decisão e mudança, significa que você está dentro da sua zona de conforto e não está te desafiando verdadeiramente! =)
    Boa sorte, tchê!

  4. e aí Tiago… cara… eu também ODEIO cremes, repelentes e protetores… gosmentos e nojentos, pra não dizer fedorentos… mas é isso aí cara. Como diriam nossos amigos da Ultramen:
    “Vou ter que me acostumar
    Eu não quero esperar
    É distante é longe tem que se habituar”

    vai que é tua maninho!!!

    Abração

    Eric

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s